Localidades‎ > ‎

Marco de Canaveses


Entre o Douro e o Tâmega no início da serra do Marão fica a cidade de Marco de Canaveses. A Cidade está localizada a 58 km do Porto, a 18 km de Amarante, a 19 km de Penafiel, a 15 km de Baião e a 26 km de Cinfães – encontrando-se assim numa zona bastante central.

A ocupação destas terras remonta a épocas bastante recuadas, tendo sido encontrados importantes vestígios do período neolítico – principalmente alguns monumentos funerários. Do período de ocupação romana, chegaram até aos dias de hoje vestígios de Tongóbriga, uma povoação romana de que restam as termas, zonas habitacionais, o fórum e uma necrópole.

A história deste concelho passa pela história da vila de Canaveses, onde Mendo Gil foi o seu primeiro administrador. No período de 1255 a 1384, o senhorio pertenceu a D. Gonçalo Garcia e seus descendentes. Para em 1384, D. João I dar a João Rodrigues Pereira que era familiar de Nuno Alvares. Já no reinado de D. João II era posse da coroa. No século XIX foi integrada no concelho de Soalhães e uns anos depois no de Marco. O concelho de Marco de Canaveses foi criado em 1852 por decreto de D. Maria II. A vila passou a cidade em 1993.

No concelho prevalece o sector terciário. No entanto indústria e agricultura desempenham igualmente um importante papel no desenvolvimento económico da região. A indústria têxtil e a exploração da pedra são exemplos disso mesmo. Ainda assim a agricultura, em menor escala, marca a paisagem de toda esta zona.

A gastronomia e o artesanato são muito importantes no concelho, estando este incluído na Rota dos Vinhos Verdes e onde o Anho Assado com Arroz do Forno - que é o prato típico deste concelho - as cavacas, as fatias e os biscoitos compõem desejos irresistíveis.

As albufeiras de Carrapatelo no Douro e do Torrão no Tâmega, têm condições excelentes para a prática de desportos náuticos, como por exemplo a pesca desportiva, o windsurf, a vela ou a canoagem, que muitos veraneantes praticam nessa altura do ano.

Marco de Canaveses é também a Terra Natal de algumas figuras ilustres, que não só deram a conhecer o nome da terra a nível nacional, como também por esse mundo fora. Sobressaem no panorama artístico a cantora Carmem Miranda, na área empresarial Belmiro de Azevedo e na ciência, o historiador Aníbal Barreira.

A visitar:
  • Igreja de Santa Maria (arq. Siza Vieira)
  • Igrejas e Capelas (espalhadas pelo concelho)
  • Cidade Romana de Tongobriga (Freixo)
  • Convento de Alpendurada
  • Santuário do Menino Jesus de Praga (Avessadas)
  • Pelourinho de Canaveses
  • Museu Municipal
  • Museu da Pedra
  • Ponte sobre o rio Tâmega
  • Ponte do Arco (Folhada)
  • Casa dos Arcos
  • Penedo de Cuba
  • Torre de Nevões
  • Obras do Fidalgo
      
Festas e romarias:
  • Festas em honra da padroeira de Fornos (Santa Marinha), no 3º Domingo de Julho
  • Nossa Senhora do Castelinho, a 8 de Setembro (feriado municipal)

   

Convento de Alpendurada, junto ao rio Douro.
Concelho de Marco de Canaveses