Localidades‎ > ‎

Miranda do Douro


Miranda do Douro        Restaurantes        Hotéis


Miranda do Douro é uma cidade do distrito de Bragança, no Nordeste de Portugal, banhada pelos rios Fresno e Douro e em plena fronteira com Espanha. Situada numa região montanhosa e árida, mas com lindas paisagens e envolta pelo Parque Natural do Douro Internacional.

Foi há muito tempo atrás que os primeiros povos começaram a permanecer por estas terras -entre eles há vestígios da forte presença de Celtas e Romanos. A região tornou-se uma posição estratégica importante, dada a proximidade com Espanha, devido às várias batalhas que se desenrolaram ao longo dos tempos – em especial na Idade Média.

Quando se realiza o Tratado de Alcanices – que foi celebrado entre D. Dinis - rei de Portugal, e Fernando IV - rei de Leão e Castela, dá-se a fundação de Miranda em 18 de Dezembro de 1286 e é elevada à categoria de vila, aumentando também os privilégios de que já dispunha.
Mais tarde, D. João III eleva Miranda do Douro à categoria de cidade a 10 de Julho de 1545.

Miranda do Douro sempre soube conservar as suas tradições e modos de vida num tempo cada vez mais “arrojado”. Por exemplo a própria língua - o Mirandês, que é património único na região e que tem sobrevivido à passagem do tempo ilesa. Mas há outras tradições que ainda hoje sobrevivem como em tempos atrás, dado o interesse que as gentes manifestam e o carinho com que são mantidas na região. É o caso do colorido folclore com a famosa dança dos paus, ou dos Pauliteiros de Miranda - com o seu típico trajo de saias e acompanhados pelo toque da gaita de foles. São uma herança viva da ocupação Celta da região na época da Idade do Ferro.

A proximidade com Espanha, ajuda e de que maneira os numerosos comércios existentes na cidade – calçado, têxteis ou ourivesaria, são destinados aos vizinhos espanhóis que vêm do outro lado da fronteira para fazer as suas compras. Mas também peças como as Colchas feitas nos teares tradicionais, os Bordados, os tecidos de Saragoça e Buréis ou as Flautas, as Gaitas de Foles, as Rocas e as Castanholas, são igualmente procuradas por quem se desloca à região.

No que toca à gastronomia, na região transmontana de Miranda do Douro, é obrigatória a posta mirandesa, o folar de carne, a bola doce mirandesa, o fumeiro (não esquecendo a afamada alheira) ou o excelente pão-de-ló.

Além da língua materna - o Português, também por estas paragens se fala a sua própria língua – o Mirandês.

A visitar:
  • Sé Catedral de Miranda do Douro
  • Castelo de Miranda do Douro
  • Ruínas do Paço Episcopal
  • Igreja de Santa Maria Maior (antiga Sé)
  • Igreja da Misericórdia
  • Igreja de Stª. Cruz
  • Convento dos Frades Trinos
  • Ponte Medieval sobre o rio Fresno
  • Aqueduto do Vilarinho
  • Rua da Costanilha
  • Museu da Terra de Miranda
  • Fonte dos Canos
  • Arribas do Douro (Parque Natural do Douro Internacional)
  • Miradouro de Penedo Durão
  • Miradouro da Fraga do Puio
  • Miradouro de São João das Arribas
  • Barragem de Miranda
  • Barragem de Picote
  • Salto de Castro
Actividades:

Festas e Romarias:
  • Feira de exposição do gado bovino de raça Mirandesa, a 24 de Junho
  • Dia da cidade, a 10 de Julho (Feriado Municipal)
  • Festas da cidade de Miranda do Douro e de Santa Bárbara, no penúltimo Domingo de Agosto

 
 Sé Catedral de Miranda do Douro



Arribas do Douro

Cruzeiros Ambientais - Douro Internacional

Grifo