Natureza‎ > ‎

Alto Douro Vinhateiro

Rio Douro, entre Régua e Pinhão

O Alto Douro Vinhateiro é uma região do Nordeste de Portugal. Serpenteada pelo rio Douro, a região produz vinhos há mais de 2.000 anos, destacando-se entre eles o Vinho do Porto.

A sua notoriedade deu-se em meados do século XVII, quando o Vinho do Porto começou a ser exportado, principalmente para Inglaterra. Mas com os elevados lucros daqui obtidos, surgiram as fraudes e os vinhos eram adulterados, alterando assim a sua qualidade. Então os produtores solicitam a intervenção do governo que em 1756 cria a “Companhia Geral da Agricultura das Vinhas do Alto Douro".

Esta intervenção governamental, tem como principal responsável o Marquês de Pombal, que assim cria a primeira região demarcada e regulada no mundo. Foi demarcada uma região com 201 marcos de granito e em 1761 foram colocados mais 134 marcos, perfazendo assim um total de 335 “marcos pombalinos”.

O Douro e seus afluentes, estão agora mais do que nunca cobertos de socalcos suportados por muros de xisto que carregam videiras cheias de cachos de uva branca ou tinta. A vida destas gentes assim como a paisagem duriense é profundamente alterada com a produção dos vinhos. No Inverno existe um clima de extrema tranquilidade na região, que por sua vez dá origem a intensa atividade no final do Verão e início do Outono.

No início do século XX, a região demarcada é alargada e vai até ao Douro Superior.

Em 2001, a UNESCO classifica como Património da Humanidade, na categoria paisagem cultural, parte de toda a região demarcada – cerca de vinte e quatro mil hectares.

Com este reconhecimento, a região duriense, beneficia ainda mais de uma procura a nível turístico - o tráfego fluvial de barcos de cruzeiro intensificou-se, as inúmeras quintas abriram portas às visitas turísticas e o comboio histórico voltou à linha do Douro para realizar passeios.   

A região está em constante mutação, desde o aparecimento de novas unidades hoteleiras à recuperação e adaptação de antigas propriedades em hotéis rurais ou casas de turismo em espaço rural.